Porque preciso de uma consultoria contábil.

 Você pode estar fazendo o seguinte questionamento “Meu escritório é pequeno, minha empresa é pequena, tenho poucos funcionários, menos de 10 porque eu precisaria de uma consultoria contábil? ”

   A consultoria é direcionada por um “Profissional especializado em gerir ou administrar (estabelecimentos, negócios, propriedades ou serviços).

 Pela definição acima entendemos o que é e o que faz um consultor, agora numa empresa de contabilidade para desempenhar plenamente sua função, além dos conhecimentos e comportamento esperados de um gerente, ele tem que ter formação em ciências em uma área relacionada a contabilidade, muita experiência profissional e estar sempre se atualizando sobre as legislações ligadas à sua área, além disso é necessário que seja pró ativo, seja de fácil acesso aos colaboradores, para que estes respeitem e confiem nele como líder, e consiga inspirar motivação, e solucionar conflitos pessoais no trabalho. 

  Deve ter as seguintes características ou habilidades:

 1.   Construir ou formar uma equipe forte de trabalho, com pessoas que tenham formação na área contábil, comprometimento com o trabalho, e experiência profissional, em sua grande maioria na equipe.

 2.   Analisar o que é realizado e como é realizado, e se preciso, promover mudanças nos processos, para que fiquem dinâmicos, tornando os simples, racionais e objetivos.

 3.   Definir quem faz o que e com que clientes trabalhará cada colaborador, tendo uma carteira de clientes para cada colaborador, de acordo com a quantidade de documentos, lançamentos e complexidade de cada cliente, verificando e controlando o tempo necessário para a execução dos trabalhos, visando o aproveitamento máximo do tempo.

 4.   Realizar reuniões com os clientes, visando uma maior integração e conhecimento dos processos do cliente, para que estes estejam de acordo com a legislação em vigor e os documentos venham para a contabilidade de uma forma simples e objetiva, sem faltar documentos, e cumprindo os prazos de entrega.

 5.   Dar e receber feedback aos colaboradores sobre seus desempenhos profissionais e comportamentos pessoais, para que todos trabalhem alinhados aos objetivos da empresa.

 6.   Conhecer e explorar o máximo possível os recursos do sistema utilizado na contabilidade para que através dele possamos realizar as integrações e aproveitar melhor o tempo, e evitar erros nos lançamentos. Integrações como da escrita fiscal, folha de pagamento provisões de férias e décimo terceiro salário extratos bancários e se possível do financeiro dos clientes, se tornam de fundamental importância para também evitar retrabalhos e otimizar o tempo de digitação, valorizando o profissional de contabilidade tornando-o um analista.

  

 

 

 

 

 

 

2010 (c) Copyright

 Escritório Contábil Dilonet 

 Todos os direitos reservados.